SEMEANDO AMOR

O serviço de convivência e fortalecimento de vínculos é uma estratégia indispensável para combater e prevenir situações de violação de direitos e de vulnerabilidades sociais vivenciadas por crianças e adolescentes em Sorocaba.

Os atendimentos serão feitos para grupos organizados a partir do ciclo de vida dos usuários, sendo ofertados de forma continuada, permanente e planejada, de forma a complementar ao trabalho social realizado com famílias referenciadas ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).



Caracterização do Programa

Os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV que serão ofertados pela Casa do Menor de Sorocaba fazem parte dos serviços da Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), regulamentados pela Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (Resolução CNAS no 109/2009) e reordenado, em 2013, por meio da Resolução CNAS no 1/2013.

Os serviços realizarão atendimentos para grupos organizados a partir do ciclo de vida dos usuários, sendo ofertados de forma continuada, permanente e planejada, de forma a complementar ao trabalho social realizado com famílias referenciadas ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

As atividades serão realizadas em grupos, em horário de contra turno escolar, prevendo o desenvolvimento de ações intergeracionais e a heterogeneidade na composição dos grupos, com ou sem deficiência e de etnias variadas.



SCFV PARA CRIANÇAS DE 0 A 05 ANOS

O SCFV para crianças de 0 a 5 anos e 11 meses, será desenvolvido através de um Projeto de Apoio a Primeira Infância (PAPI), que visa atender as demandas dos usuários, promover com olhar fraterno e qualificado a interação adulto-criança, gerando fortalecimento de vínculos entre eles, por meio de estímulos de afeto, cuidado responsivo e exercitando as competências do adulto cuidador para promover o desenvolvimento das crianças. A principal especificidade deste Serviço é que a criança sempre estará acompanhada de seu(sua) cuidador(a), que é, em geral, um(a) familiar.

Os encontros serão realizados com frequência semanal, com a proposta de atividades que potencializem o desenvolvimento mental, de linguagem, socioemocional e físico das crianças e estimulem as interações sociais entre ela, o(a) seu(sua) cuidador(a) e os demais participantes.

Na realização do Serviço haverá uma série de competências a serem trabalhadas e fortalecidas junto às crianças e seus(suas) cuidadores(as), a fim de alcançar os objetivos do SCFV descritos na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. Dessa forma o conceito de competência, corresponde às capacidades ou potencialidades que as crianças e os seus(suas) cuidadores(as) terão oportunidades para desenvolver nos encontros do grupo. Elas serão aprendidas e fortalecidas ao longo da vida e repercutirão nas vivências do contexto familiar e comunitário. A sua aquisição e desenvolvimento impactam na convivência, podendo contribuir para ampliar as redes de apoio das pessoas e as oportunidades para que acessem seus direitos.



SCFV PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 06 A 14 ANOS

O SCFV para crianças e adolescentes de 06 a 14 anos e 11 meses, ofertará a realização de oficinas socioeducativas por meio de atividades de formação cultural e cidadã, observando peculiaridades que contribuam para a elaboração de um projeto de vida dos usuários.

O Serviço tem por foco a constituição de espaço de convivência, formação para a participação e cidadania, desenvolvimento do protagonismo e da autonomia das crianças e dos adolescentes a partir dos interesses, demandas e potencialidades dessa faixa etária. As intervenções serão pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como formas de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social. Atendendo com prioridade crianças e adolescentes retirados do trabalho infantil e/ou submetidas a outras violações, cujas atividades contribuem para ressignificar vivências de isolamento e de violação de direitos, bem como propiciar experiências favorecedoras do desenvolvimento de sociabilidades e na prevenção de situações de risco social.



SCFV PARA ADOLESCENTES DE 15 A 17 ANOS

O SCFV para adolescentes de 15 a 17 e 11 meses, atuará na promoção da formação integral para o mundo do trabalho. Serão realizadas atividades em grupos de caráter contínuo e organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com seu ciclo de vida. As atividades de capacitação propõem a construção de novos conhecimentos e a formação de atitude e valores que reflitam no desenvolvimento integral do adolescente. Através dos grupos serão abordadas questões relevantes para a juventude com vistas ao desenvolvimento de habilidades gerais, tais como capacidade comunicativa, a inclusão digital, a formação geral para o mundo do trabalho de modo a proporcionar orientação para a escolha profissional. Através das oficinas serão realizadas intervenções pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como forma de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social.

Atendendo com prioridade famílias beneficiárias de programas de transferência de renda como o Programa Bolsa Família, com precário acesso a renda e a serviços públicos; egressos de medida socioeducativa em meio aberto; em cumprimento ou egressos de medida de proteção; participantes de Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) ou egressos; adolescentes vinculados a programas de combate à violência e ao abuso e exploração sexual e/ou em situação de evasão escolar.



OBJETIVOS DO PROGRAMA

Objetivo Geral:
Oferecer o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos como estratégia para combater e prevenir situações de violação de direitos e de vulnerabilidades sociais vivenciadas por crianças e adolescentes.

Objetivos Específicos:
Complementar o trabalho social com a família, proporcionando o fortalecimento do convívio familiar e comunitário;
Desenvolver e exercitar as aptidões a respeito da construção do seu futuro;
Oportunizar acesso a informações sobre direitos e sobre participação cidadã;
Promover a articulação com os demais serviços setoriais a fim de facilitar o acesso a benefícios e serviços socioassistenciais;
Promover, proteger e defender os direitos das crianças e dos adolescentes;
Assegurar espaços de referência para o convívio grupal, comunitário e social e o desenvolvimento de relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo;
Propiciar um espaço de reflexão e acesso às informações sobre direitos e sobre participação cidadã, estimulando o desenvolvimento do protagonismo;
Estimular a participação na vida pública do território e desenvolver competências para a compreensão crítica da realidade social e do mundo contemporâneo;
Possibilitar acesso a experiências e manifestações artísticas, culturais e esportivas e de lazer, com vistas ao desenvolvimento de novas sociabilidades;
Contribuir para a inserção, reinserção e permanência no sistema educacional;
Fortalecimento do convívio familiar e comunitário.

Capacidade física de atendimento:
80 (oitenta) crianças e adolescentes com idades de 0 a 17 anos e 11 meses.

Faixa etária compreendida no atendimento:
10 (dez) crianças de 0 a 5 anos e 11 meses.
40 (quarenta) crianças de 06 a 11 anos e 11 meses.
15 (quinze) pré-adolescentes de 12 a 14 anos e 11 meses.
15 (quinze) adolescentes de 15 a 17 anos e 11 meses.